Entrevista com German Wankmiller na AMB em Stuttgart : GROB-WERKE GmbH & Co. KG
German Wankmiller, presidente executivo da GROB, fala na AMB em Stuttgart sobre o desenvolvimento da GROB-WERKE, a feira, as novas tecnologias em engenharia mecânica e também sobre as tendências esperadas na indústria automotiva. ...

Como o senhor avalia a importância da AMB em Stuttgart e quais são suas expectativas para a AMB 2016?
German Wankmiller:
Estou muito satisfeito com o andamento da feira. Desde o primeiro dia, o estande da GROB recebeu um número elevado de visitantes. Fiquei particularmente admirado com o grande número de visitantes da indústria automotiva, como Volkswagen Wolfsburg, Audi Ingolstadt, Bosch Feuerbach e também da NEMAK. No primeiro dia, logo pela manhã, já estavam todos conosco no estande, garantindo um ótimo início da feira. O interesse nos nossos produtos, principalmente na nova geração das nossas máquinas, é muito grande. E por estar em uma posição central, a cidade de Stuttgart é um excelente local. Recebemos visitantes da Baixa Saxônia, bem como da região sul da Alemanha, mas também italianos, suíços e austríacos estiveram no nosso estande.

Quais novas tecnologias desempenharão futuramente um papel importante na engenharia mecânica, e o que a GROB tem a oferecer diante deste cenário?
German Wankmiller:
Em geral, tivemos a impressão, durante conversas com os visitantes da exposição, que todos estão preocupados com as mudanças na indústria automotiva, e algumas decisões estão sendo adiadas no momento, pois não está muito claro o rumo que as coisas estão tomando. Mas esperamos uma série de inovações que modificarão bastante a configuração do carro no futuro. Na GROB, as pessoas já estão nos perguntando o que temos a oferecer em relação à mobilidade elétrica. Outro tema importante são os componentes leves, ou seja, os componentes em alumínio, bem como os moldes complexos, que exigem uma usinagem de 5 eixos. Dessa forma, sendo uma empresa na área de projetos, oferecemos também, como prestador de serviço, máquinas, automação e componentes de aquisição para mobilidade elétrica, além de implementar os conhecimentos em gestão necessários. E não é só isso: A dimensão internacional da empresa também é muito importante neste momento.

Até que ponto, a atual situação de demanda mudou os negócios da GROB?
German Wankmiller:
No tradicional comércio de sistemas, sempre implementamos o projeto completo. Por isso, nossos clientes também esperam que a GROB se destaque no novo negócio da mobilidade elétrica devido à sua experiência na área de projetos. Em segundo lugar, a indústria automotiva terá que fazer grandes investimentos futuramente e precisa tomar decisões específicas e concretas em relação às novas instalações.  Como a faixa para os investimentos futuros é muito ampla, é importante revisar, manter e ampliar as atuais linhas de produção. Não apenas na Europa, mas no mundo todo.

Quais são as consequências deste processo de reorientação da indústria automotiva para a GROB?
German Wankmiller:
Com este desenvolvimento, que é muito importante para nós, podemos compensar essa mudança na demanda por sistemas de usinagem e focar mais na vistoria, manutenção e renovação de instalações, o que, naturalmente, também afetará a qualificação dos nossos colaboradores. Isto significa uma mudança do know-how quanto à colocação em funcionamento, tecnologia NC e mecatrônica. Podemos alcançar isso por meio de medidas de treinamento especializado e qualificação interna.

Para quando o senhor espera que a mobilidade elétrica tenha uma importância significativa na GROB?
German Wankmiller:
Isso certamente acontecerá no meio ou final do próximo ano. Já percebemos uma queda na demanda por orçamentos em projetos de equipamentos de usinagem de componentes para motores a combustão. Mas, assim como todos os nossos concorrentes, sabemos também que as mudanças na tecnologia de acionamento da indústria automotiva já começaram. Mas quais suas características, quantas unidades e em que mercados, ainda não se pode prever exatamente.

Como o senhor avalia o desenvolvimento na indústria de máquinas em geral?
German Wankmiller:
Assim como já ocorreu no passado, o campo da engenharia mecânica continuará sendo fortemente influenciado pelo desenvolvimento da indústria automotiva. Consequentemente, também precisamos ser muito inovadores, oferecendo novos produtos para impressionar o mercado com relação ao nosso know-how em tecnologia. Precisamos atender às exigências da nova tecnologia de motores, dos componentes leves, mas também da digitalização. Se conseguirmos isso, temos boas chances de continuar conduzindo a nossa empresa com sucesso. Porém, para conseguirmos isso, é necessário um grande esforço e muito engajamento para aproveitar este potencial nos nossos futuros projetos.

Como se encontra o desenvolvimento empresarial da GROB atualmente?
German Wankmiller:
No momento, temos uma ótima entrada de pedidos, o que garante a utilização total do Grupo GROB durante cerca de quatorze meses.
Os pedidos constituem uma mistura muito boa dos comércio de sistemas, máquinas universais e técnicas de montagem.

Como o senhor enfrentará essa situação?
German Wankmiller:
Graças à grande capacidade de todo o Grupo GROB, temos a possibilidade de realizar projetos de todos os tipos, mesmo com prazos difíceis, mas sempre satisfazendo os nossos clientes.

 

Contato de imprensa

GROB-WERKE GmbH & Co. KG
Marion Immerz

Telefone: +49 (8261) 996-270
Fax: +49 (8261) 996-441
E-Mail: marion.Immerz@grob.de